Número total de visualizações de página

17 de outubro de 2011

Um IRS disfarçado só para o sector público


A questão aqui levantada pelo Manuel Abrantes é muito relevante. A remuneração média na Administração Pública é superior à do sector privado porque os quadros superiores se concentram, fundamentalmente, no sector público. Como é o caso dos professores, médicos, juízes, etc.Por isso não é correcto o argumento utilizado para concentrar o esforço de combate ao deficit na redução do rendimento dos f...uncionários públicos. E mesmo a questão de se ter optado pela redução da despesa pública, em vez de aumentar a receita por aplicação de uma taxa extraordinária de IRS sobre todos os rendimentos do trabalho, também não colhe dada a natureza trnasitória (como é afirmado) da medida. Não se trata de fazer uma redução estrutiral da despesa com salários do sector público, mas de uma retenção transitória de 14% do rendimento dos trabalhadores deste sector. Ou seja, estamos perante uma taxa de IRS disfarçada, só aplicável a uma parte dos trabalhadores portugueses

Sem comentários: