Número total de visualizações de página

22 de julho de 2011

Reafirmando o meu apoio a Antonio Jose Seguro para SG do PS

Chegou ao fim a campanha para a liderança do PS.
Graças à forma como, no essencial, correu e ao debate de ideias que teve lugar, o PS ficou mais forte, mais socialista e mais próximo dos seus valores de sempre.
Ambos os candidatos mostraram grande convergência sobre o diagnóstico que fazem da situação, sobre as grandes linhas porque tem que passar a revisão do programa político do PS, sobre os desafios que se colocam â esquerda socialista europeia para fazer face as políticas Neoliberais que governam a União e sobre a necessidade de uma profunda reorganização do PS, dos seus métodos de trabalho e da necessária abertura à sociedade e ao reforço do papel dos militantes. Mesmo na questão tão falada da adopção das primarias para a escolha dos candidatos do PS a cargos públicos, apesar das diferenças quanto ao universo dos participantes no processo, há um adquirido: os candidatos do PS vão passar a ser escolhidos com uma maior participação dos militantes.
O debate da revisão estatutária vai permitir fixar o modo de o fazer. E nesse debate vai ser possível discutir todas as posições. Temos, assim, um partido melhor preparado para enfrentar os desafios que temos pela frente. A tarefa é grande e implica uma participação activa de todos. Porque acho que António José Seguro esta melhor preparado para liderar o PS neste combate, ele é a minha escolha para SG.
Faço-o por convicção e manifestando, como sempre fiz, o meu grande respeito e consideração pelo nosso camarada Francisco Assis, que espero continuar a ver na primeira linha dos combates que temos que enfrentar.

.

Sem comentários: